quarta-feira, 4 de abril de 2012

Sobre uma que conheci...


"Eu me contento com pouco. Sou mulher de migalhas. Nos tempos de hoje, com as mulheres de hoje, é quase uma ofensa à feminilidade esse tipo de comportamento. Mas no fundo, sou bem dessas mulheres "feita apenas para amar, para sofrer pelo seu amor e para ser só perdão."

Mantenho os braços como ninhos constantemente preparados para o descanso dele. Preparo o corpo e apele para o cheiro e o toque dele. Me transformo em outras, se preciso for.

Agrada-me uma mensagem na madrugada, um beijo de boa noite, saber-me necessária... Deixo para a novela os arroubos de paixão.Busco a realidade dos subtextos, das entrelinhas.

Amo sozinha. Sozinha permaneço. Mulher de migalhas: um beijo me tira o ar; tua mão na minha já representa o amor."

2 comentários:

  1. Também conheço uma assim, sempre assim, será até depois dele ter partido, esperando que um dia, onde quer que ele esteja ela o irá encontrar e viver enfim, aquela história de amor que o tempo não foi suficiente para viver...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. as vezes parece que pro tempo, o tempo falta né?...

      Excluir